Você tem pintas pelo corpo? Saiba quando elas podem ser perigosas


As pintinhas na pele foram muito cobiçadas na época de Marilyn Monroe, que exigia orgulhosamente a sua charmosa pintinha na bochecha. Com o passar dos anos, no entanto, essas mesmas pintinhas passaram a ser condenadas por certos grupos, devido à sua suposta relação com o câncer de pele.

Novos anos se passaram e na atualidade tudo está mais tranquilo em relação ao assunto. Para se ter uma ideia hoje já é possível diferenciar na maioria dos casos as pintinhas comuns, das problemáticas. Além disso, as pintas já podem ser removidas tanto por questões estéticas quando questões de riscos à saúde.

Para deixar você mais bem informado sobre o assunto, mostramos a seguir algumas curiosidades, mitos, e verdades sobre as pintas, apresentando as circunstâncias em que elas podem ser perigosas. Veja!

Antes de qualquer coisa: Por que as pintas surgem na pele?

O que realmente determina o aparecimento das pintas no corpo, de modo geral, é a predisposição genética e a exposição solar. Normalmente elas surgem na infância ou adolescência, mas também pode aparecer na terceira idade.

Todas as pintas são perigosas?


Não. Algumas delas podem até oferecer certo prejuízo com relação à estética, mas, de modo geral não oferecem risco à saúde. No entanto, existem algumas pintas mais discretas e instaladas em locais mais escondidos do corpo que podem sim ser malignas.

Sardas e pintas são a mesma coisa?

Não. As sardas e pintas possuem formações diferentes. As sardas são planas, possuem coloração de castanho-claro, e aparecem devido ao aumento da quantidade de melanina. O principal fator para seu surgimento, no caso de quem possui uma tendência hereditária é a exposição solar.

Por essa razão pessoa pré-dispostas a terem sardas devem ter cuidado ao frequentar praias e piscinas, pois o sol estimula o aumento, podendo ainda causar escurecimento nas mesmas.

Porque as pintas são mais comuns em pele clara?

Tanto as sardas quanto as pintas são mais comuns em pessoas ruivas e loiras. Isso se deve à maior sensibilidade que a pele clara tem aos raios ultravioletas. Vale ressaltar, porém, que pessoas morenas e negras não estão imunes aos efeitos nocivos do sol, pelo que, também devem usar sempre o protetor solar.

Você tem pintas pelo corpo Saiba quando elas podem ser perigosas


Avalie este Artigo?


Mais pra voce!